Archive for the ‘Gran Torino’ Category

Gran Torino

janeiro 5, 2010

O padre Janovich (Christopher Carley) vai até a casa de Walt Kowalski (Clint Eastwood) conversar sobre a confusão que ele arrumou com uma gangue e sobre o ato de se confessar.  Roteiro: Nick Schenk e Dave Johannson

Padre –  Boa tarde, Walt
Walt – Já disse que não vou me confessar.
Padre – Por que não chamou a policia?
Walt – Como é?
Padre –  Trabalho com algumas das gangues hmong e soube que houve um problema no bairro. Por que não chamou a policia?
Walt – Bem, rezei para que a polícia aparecesse mas não fui atendido.
Padre –  Onde estava com a cabeça? Alguém poderia ter morrido. Era uma questão de vida ou morte.
Walt – Quando surge um problema é preciso agir rápido.  Na Coréia, quando mil chinas vinham para cima da gente gritando, a gente não chamava a polícia, a gente reagia.
Padre –  Não estamos na Coréia, Sr. Kowalski. Andei pensando na conversa que tivemos sobre vida e morte.  Sobre o que disse, sobre como carrega as coisas horríveis que teve que fazer. Coisas horríveis que não consegue esquecer.  Seria bom que pudesse se livrar desse fardo. O que se faz na guerra é terrível.  Receber ordem para matar. Matar para se salvar, para salvar os outros.  Tem razão. Sobre essas coisas, eu não sei nada. Mas sei sobre perdão. Eu vi muitos homens que confessaram seus pecados, admitiram sua culpa e se livraram desse peso.  Homens mais fortes do que o senhor.  Homens que foram obrigados a fazer coisas horríveis na guerra e agora estão em paz.
Walt – Tiro o chapéu para você, padre. Você veio preparado desta vez.
Padre –  Obrigado
Walt – E tem razão quanto a uma coisa: homens mais fortes do que eu conseguindo a salvação. Aleluia. Mas engana-se quanto a outra coisa.
Padre – O quê, Sr. Kowalski?
Walt – O que mais apavora um homem é o que ele fez e não era obrigado a fazer.