As Horas

Clarissa (Meryl Streep) fala sobre felicidade com sua filha Julia (Claire Danes). Livro: Michael Cunningham  Roteiro: David Hare

Clarissa – Eu me lembro que um dia acordei de manhã e havia uma sensação de possibilidade. Sabe esse sentimento? E eu me lembro de ter pensado: “Este é o início da felicidade. É aqui que ela começa. E, é claro, haverá muito mais.” Nunca me ocorreu que não era o começo. Era a felicidade. Era o momento. Aquele exato momento.

Anúncios

6 Respostas to “As Horas”

  1. Raquel Dias Says:

    Lindo!… Quero sentir isso de novo…

  2. Renata Says:

    Lindo e raro! Quando um momento assim chega dá vontade de agarrar e guardar….mas a felicidade é arisca.

  3. José Stélio Says:

    Agente acredita tanto na tristeza que temos dificuldade de reconhecer a felicidade.

  4. Monique Says:

    LIIIINDDDOOOOO

  5. Álex Says:

    Que delicia!
    recebi de uma amiga que eu amo :X

  6. Fabi Says:

    Não posso deixar de elogiar o Blog e essa frase linda do filme, q a gente sempre esquece…a felicidade está acontecendo agora, no momento q vc escolhe q aconteça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: