Kill Bill 2

killbill
Bill (David Carradine) atira um dardo com o soro da verdade em Beatrix Kiddo (Uma Thurman). Enquanto a droga não faz efeito ele conversa com ela sobre o seu quadrinho favorito.   Roteiro: Quentin Tarantino

Bill – Como você sabe, eu sou um grande fã de quadrinhos. Especialmente os de super-heróis. Acho a mitologia dos super-heróis fascinante. Por exemplo, meu herói favorito, o Super-Homem. Não é um grande HQ, nem é bem desenhado. Mas a mitologia não só é genial, ela é única.
Beatrix  – Quanto tempo essa merda leva para fazer efeito?
Bill – Uns 2 minutos. O suficiente para eu concluir minha idéia. Todo mito de super-herói tem o herói e seu alter ego. Batman é Bruce Wayne. O Homem-Aranha é Peter Parker.  Quando acorda pela manhã ele é Peter Parker. Ele precisa pôr um uniforme para virar o Homem-Aranha. E é aí que o Super-Homem se diferencia dos demais. O Super-Homem não virou Super-Homem. Ele nasceu o Super-Homem. Quando ele acorda de manhã ele é o Super-Homem. O alter ego dele é o Clark Kent. Seu uniforme com o “S” vermelho é o cobertor no qual os Kent enrolaram o bebê quando o acharam. Essa é a roupa dele.  O que Kent usa, os óculos, o terno, este é o disfarce que o Super-Homem usa para se passar por um de nós. Clark Kent é como o Super-Homem nos vê. E quais são as características de Clark Kent? Ele é fraco, inseguro e covarde. Clark Kent é uma crítica do Super-Homem à raça humana.

Anúncios

4 Respostas to “Kill Bill 2”

  1. renata Says:

    Putzz Thiaguito vc foi de cara no diálogo, não digo que mais, mas que muito me chamou atenção… tbm não me esqueço dessa fala/analogia dos super-heróis… até pq escrevo tese sobre o perfil deles e essa última frase me marcou qnd assisti ao filme!

    Me interessei por este site, pois como vc sabe é da minha curiosidade mesmo, e vindo de vc, ainda mais pq me interesso pelas coisas do seu ponto de vista. Tá massa! Beijoss amigo!

  2. rabbi Says:

    Thiago, esse dialogo, pelo menos fiquei sabendo é baseado num sociologo
    da França, Jacques Marny – seu livro Sociologia das Histórias aos Quadradinhos forneceu uma contribuição pioneira e que se tornou uma das primeiras referências nesta temática.

    No brasil tem este aqui Para ler o Pato Donald e Ariel Dorfman e Manuel Jofré

  3. José Stélio Says:

    Está errado. O Super Homem era Kryptoniano e só virou Super homem na terra. Na verdade ele não assume sua identidade de super homem entre os humanos porque tem medo de ser rejeitado como alienígena.

  4. Vanessa Damasceno Says:

    Adorei o comentário do Stélio!! Mas também concordo que Clark Kent é a visão do Super-homem sobre a humanidade. Somos ou não somos uns covardes?
    Thiaguinho!! Amei sua página!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: